XII EBDRC

Encontro Brasileiro de Druidismo e Reconstrucionismo Celta em sua XII edição

O Encontro acontecerá de forma presencial das 14h do dia 31 de outubro até às 12h do dia 02 de novembro de 2021. Esse ano de forma híbrida: teremos um Pré EBDRC (online, aberto e gratuito) no dia 30 de outubro. O Pré EBDRC será um evento aberto e gratuito online em nosso Youtube, a espelho da XI edição.

O evento será sediado em Juiz de Fora / MG (próximo ao Rio de Janeiro, capital), tendo como anfitrião o Leanaí an Ghealach Clann, sediado na mesma cidade. Pretendemos oferecer a famosa hospitalidade mineira nesse momento tão carente de afeto.

A decisão de um evento presencial partiu a partir do controle epidemiológico do COVID-19 através do notável avanço da vacinação de Juiz de Fora / MG. Ao final de julho de 2021 a cidade vacinou mais de 70% de sua população alvo com a primeira dose, o que indica uma imunização completa de mais de 70% (e pelo que tudo indica de próximo dos 100%) da população alvo até outubro de 2021. Paralelamente a esse avanço, as taxas de hospitalização e internação no SUS da cidade pelo novo coronavírus, caiu estando no final de julho na faixa dos 40%, como é divulgado pela Prefeitura de Juiz de Fora em suas redes sociais (confira e acompanhe o Instagram oficial da Prefeitura de Juiz de Fora: @prefeiturajuizdefora).

Nesse sentido, foi conversado com o local do evento, e toda segurança social e sanitária possível em virtude da Pandemia será executada de acordo com as diretrizes médicas e os protocolos municipais.

Acreditamos ser a hora de respirarmos um pouco e cuidarmos do nosso afeto, saudade. da nossa mente que anseia por esse (re)encontro.

O tema deste ano: “Renascidos pela terra”, vem como um alento de esperança ao mundo, e a um mundo pós-pandemia que esperamos vivenciar muito em breve. Mas mais do que superar a doença, precisamos nos reencontrar enquanto humanidade, enquanto sociedades nesse mundo moderno muitas vezes opressor. Daí o tema, zelando por um renascimento conectados e ancorados com nossas forças ancestrais e naturais, que, em última instância nos reconecta com a terra, sagrada aos povos antigos e que ainda deve ser vista e respeitada como sagrada por todos nós.

Para simbolizar esse momento, elegemos como patrona do XII EBDRC a deusa gaélica Cailleach. Deusa ctônica, descrita como a deusa do inverno, das tempestades e associada aos montes. Geralmente aparece como uma anciã de idade muito avançada, conservadora e bastante severa. Mas como diz seus mitos “ela não é sempre assim”! Na primavera Cailleach, em uma das versões, bebe da água do Poço da Juventude se rejuvenescendo e assim, a terra floresce uma vez mais. Já no outono, já envelhecida, ela senta em seu trono em Loughcrew (Irlanda) e o frio e a secura chegam uma vez mais.

Ela representa a severidade do tempo, a necessidade da tradição e a soberania da terra que sempre se renova.


Em algumas tradições ela é chamada de Mag Moullach (Grande Mãe da Terra), em referência também a sua capa que seria a própria terra escocesa.

Outro epíteto atribuído a ela é o de Sheela na Gig (A Parideira do Mundo), como representação como a possível primeira mulher a existir. Por isso ela também é chamada de A Grande Avó, e mesmo de Velha Noiva, pois na tradição irlandesa, os reis deveriam se casar com a terra como símbolo de soberania em um acordo de governo justo e sagrado.


Podemos dizer que ela é a representação da mulher em suas inúmeras fases e facetas na vida, sempre soberana, empoderada e dona de si. Desse modo, um símbolo do feminino a ser pensado e considerado, e um símbolo muitas vezes temido e perseguido: a mulher velha, sábia, empoderada e soberana.

Em meio a toda essa pandemia e em associação à montanhas de Minas Gerais, escolhemos essa deusa, como Sheela na Gig como padroeira do XII EBDRC, na esperança de nosso renascimento enquanto humanidade.

Contaremos com a sua presença!

Acompanhe nas Redes:

Instagram
Facebook
YouTube

Organização:

Leanaí an Ghealach Clann – LaG: site, Facebook